Planejamento de frota 2022: você precisa renovar os caminhões da frota?

Talvez seja hora de renovar os caminhões da frota. Vamos descobrir?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Existe uma frequência ideal para renovar os caminhões da frota? Qual a verdadeira importância dessa troca de veículos?

Quando se busca por estratégias para tornar a frota mais produtiva e econômica, a renovação de caminhões está inclusa.

Apesar de não ser tão frequente ou tão comumente vista como uma etapa estratégica, os veículos antigos aumentam o consumo de combustível, a emissão de poluentes, os acidentes em estradas, entre outros.

Por isso, mesmo que seja um procedimento de alto custo, é preciso ter ele em vista.

Para entender melhor o assunto e quando a renovação é necessária, continue lendo. 

Importância de renovar os caminhões da frota

Por mais bem cuidado que seja um veículo, ele sofre desgastes pelo tempo de uso. Chega um ponto em que o veículo atinge seu limite e simplesmente não vale mais a pena.

De modo geral, quando começam a acontecer problemas com maior frequência, as alternativas são: motoristas com conduta inadequada, falta de cuidados com os veículos ou veículos ultrapassados.

Veículos mais modernos são mais econômicos e até mais atrativos para quem contrata os serviços da transportadora. Então o benefício é duplo. Além disso, outras vantagens que você deve considerar são:

O GUIA DA
GESTÃO DE FROTAS

Segurança dos motoristas

Veículos novos dão menos problemas, exigem menos manutenção e o aumento de segurança é consequência.

Ainda assim, não se deve postergar ou deixar de realizar as prevenções.

Outra coisa é que os sistemas de direção e suspensão mais modernos também auxiliam na melhoria de segurança dos veículos.

Proteção das cargas

Ao mesmo tempo em que os motoristas estão mais seguros, as cargas e/ou passageiros também. Nem sempre por funcionalidades do próprio veículo, mas pela facilidade que eles têm de permitir o rastreamento via aplicativos, por exemplo.

Valorização da frota

Conforme os veículos ganham mais anos de utilização, o valor de mercado deles diminui. Ou seja, a valorização da frota despenca.

Portanto, é necessário planejar a renovação de caminhões da frota tanto para conseguir um bom valor de venda (se for o caso) quanto para ter o orçamento disponível. Contudo, quanto mais antigos eles forem, menor o valor e, dependendo de quantos anos de uso tiver, o recomendado pode ser o descarte direto em um ferro-velho.

Padrão de qualidade

A evolução dos veículos tem relação direta com a qualidade dos mesmos. Ao passo em que novos modelos são lançados, eles já possuem otimizações baseadas tanto em pesquisas de mercado quanto em tecnologias voltadas para a logística.

Quanto mais novo o modelo, melhor a qualidade e desempenho do mesmo.

Produtividade na operação

Aqui, há uma questão que você precisa analisar: 

Quanto a frota atual dá conta da operação? VS. Como uma frota renovada poderia aumentar a eficiência das operações?

Existe esse tempo médio de renovação justamente para você conseguir se planejar e calcular se o veículo chegou no ponto de gerar prejuízos para a transportadora.

Viajar com veículos de baixo desempenho não é apenas caro, mas gera clientes insatisfeitos e pode colocar em risco a vida dos motoristas.

Como saber se é a hora certa de fazer a renovação

Para ter noção do momento certo de troca de caminhões da frota, indicamos seguir algumas recomendações de referências na área.

Para exemplificar, o Sindipeças, Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores, diz que a idade média de circulação de veículos é de 10 anos.

Por outro lado, a Systemsat, empresa de rastreamento e monitoramento de cargas, recomenda que a troca seja feita quando os custos de manutenção ultrapassam 20% do preço médio do veículo, entre 5 e 8 anos.

Quer um guia para saber se a sua frota precisa ser renovada? Responda às seguintes questões: 

  • Você notou um aumento nas despesas e paradas para manutenção nos últimos meses?
  • Estão acontecendo mais manutenções corretivas?
  • O número de acidentes na estrada aumentou?
  • O consumo de combustível se manteve estável ou aumentou nos últimos meses?

Além disso, fique atento para os principais sinais de renovação:

  • desgaste da frota: pode ocorrer desgaste em diversas partes do veículo, principalmente da carroceria, chassi ou demais sistemas que garantem o bom desempenho em viagens;
  • tecnologia ultrapassada: com a velocidade que surgem novas tecnologias, é fácil  o seu veículo se tornar antigo e inadequado para as necessidades do mercado. Por isso, é preciso acompanhar as tendências e novos lançamentos;
  • sustentabilidade: a cada ano, os veículos podem sofrer danos que aumentam os gastos e emissão de poluentes. 

Planejando e executando a renovação dos caminhões da frota

Antes de qualquer decisão, você precisa de um planejamento financeiro. É o passo que determina toda e qualquer aquisição para a sua frota.

Em adição, você precisa levantar preços, entender as condições de pagamento, quais as linhas de financiamento, possibilidade de consórcios, e assim por diante.

Quando a gestão de recursos financeiros estiver ok, é hora de começar a analisar o histórico de manutenções da sua frota atual. Esse será um meio de entender quais veículos estão apresentando mais problemas e quais são estes.

A sua decisão poderá ser feita pensando no tipo de veículo que está em falta e como um novo modelo pode atender as necessidades da transportadora.

Isso significa que a próxima etapa é analisar os modelos e marcas de veículos que possam cumprir os seus requisitos.

Algumas perguntas para guiar a sua escolha: qual o segmento da frota? Qual veículo é o mais adequado? Você precisa de mais de um tipo de veículo? Qual o modelo mais econômico? Onde tem melhor custo benefício? A montadora oferece suporte, peças, etc.?

Igualmente, você precisa investir em tecnologia. Ficar por dentro das tendências e modernizações voltadas para frotas: veículos com sensores de marcha ré ou até mesmo caminhões elétricos.

Tecnologias para auxiliar no controle e cuidados com a frota também devem estar no seu radar. Softwares para agilizar e coletar dados dos veículos, como o checklist digital, serão vitais para decisões eficientes e certeiras.

Uma última, mas valiosa dica: planeje as próximas renovações desde agora. Muitas vezes, deixa-se de renovar os caminhões da frota pela falta de planejamento e contato com o financeiro da empresa.

Isto é, se você já sabe que daqui a 5 anos uma renovação pode ser necessária, já deixe isto em um plano a longo prazo e comunique todos os envolvidos nesta decisão. Antes mesmo de completar esse tempo, já faça a análise de modelos, levante preços e benefícios, etc.

Antecipar-se nessa decisão é uma maneira de tornar a sua frota e planejamento estratégico mais eficiente.

Que tal mais dicas para a sua gestão de frotas? Baixe nosso material gratuito: Guia Gestão de Frotas.

Economize mais aumentando a vida útil dos pneus de sua frota.

Entenda como a solução de Gestão de Pneus do Prolog faz isso por você.

Aproveite e leia também

pare de perder veículos pesados

O futuro da sua frota: evite a perda de veículos pesados

A perda de veículos pesados e depreciação são inevitáveis. Porém, podem ser evitadas com o conhecimento que você vai adquirir…

Read Story
Entenda como lidar com a gestão de multas de trânsito na sua frota.

O que todo gestor de operações deveria saber sobre multas

As multas fazem parte do cotidiano das transportadoras, mas elas podem ser evitadas com algumas medidas preventivas e treinamentos. Quer…

Read Story
O seu checklist de veículos completo com o Prolog App.

Como montar o melhor checklist de veículos para a frota

Previna falhas mecânicas, economize combustível, reduza o tempo ocioso de veículos e muito mais. Tudo isso com um simples procedimento:…

Read Story
Arrow-up