Logística 4.0: de onde vem o termo? O que representa?

Tempo de leitura: 2 minutos

Por que 4.0? Será uma moda? Um mero neologismo para embelezar o termo e atrair atenção? Neste texto, mostramos os porquês da expressão “logística 4.0”, trazemos informações sobre quais suas origens e objetivos. Continue sua leitura e confira!

Por que 4.0?

Antes de falarmos do conceito de Logística 4.0, é preciso esclarecer de onde vem tantos termos com pontos e zeros. O entendimento e aplicação mais básicos desse tipo de expressão vem da alusão a atribuição de numeração as versões e adaptações de uma metodologia de trabalho, provavelmente seguindo o exemplo que anteriormente se aplicava a edições de livros e ao versionamento de softwares. Semelhante a estes casos, quando se propõe ou incorpora algo novo as metodologias, algo que represente significativamente uma evolução, surgem os novos modelos e versões, e vão se apresentando as novas denominações. No caso da Logística 4.0, a alusão do número tem um embasamento ainda mais fundamentado. O termo refere-se a quarta revolução industrial, conhecida também como Indústria 4.0.

O que é a Indústria 4.0?

Indústria 4.0 é um conceito desenvolvido por Klaus Schwab, amplamente explorado e desenvolvido no livro A Quarta Revolução Industrial. Nas três primeiras revoluções industriais, tivemos a inserção de fatores como eletricidade, linhas de montagem, e tecnologia da informação. A quarta revolução, toma por base a tecnologia incorporada anteriormente para trazer a quebra de paradigmas com a automatização de processos, aliando máquinas e ferramentas a tecnologia e processos digitais.

E a Logística 4.0?

A Logística 4.0, se embasa nos conceitos e tecnologias da Indústria 4.0, para trazer otimização para a cadeia de distribuição. Assim, todos os processos envolvidos, desde armazenamento, expedição e transporte, são impactados pelas novas tecnologias e processos. O principal objetivo e efeito, esperado pela aplicação destes novos conceitos é a agilidade e produtividade, com redução do trabalho manual, e os ganhos de eficiência, que geram a redução de tempo e custos nas operações.

A necessidade de mudança, vai além do emprego da tecnologia. Antes disso, é preciso enfrentar as barreiras culturais e a resistência existente dentro da operação, quanto a mudança. É preciso primeiro que gestores e colaboradores possam reconhecer as ineficiências dos processos, para que então possam buscar soluções tecnológicas que lhes dêem o apoio e as condições necessárias para melhorar a forma de trabalhar.

No ProLog, toda a estrutura e orientação da empresa estão alinhadas aos conceitos da Logística 4.0. Os esforços de desenvolvimento e oferta de soluções estão voltados justamente ao propósito de incorporar tecnologia a rotina de transportadoras e empresas de diversos segmentos que mantém uma operação rodoviária de transportes. Se você quiser conhecer mais sobre as propostas e soluções, entre em contato conosco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *