Guia Pneus de Caminhão: entenda tudo para a sua gestão de frotas

tudo sobre pneus de caminhão para você nunca mais desperdiçar verbas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Como gestor de frotas, é preciso conhecer os veículos e processos relacionados às operações de transporte. Por isso, hoje você vai aprender tudo sobre pneus de caminhão.

Eles são um dos principais investimentos das frotas e você precisa saber lidar com esses componentes do veículo para poder gerar economias.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Afinal, este é o responsável por suportar o peso do veículo, mantendo contato com o solo. Também dá a tração necessária para a força do motor e estabiliza o veículo.

Pneus têm um custo elevado, chegando a 2 mil reais por peça. Para não precisar trocar com uma frequência maior do que a necessária, vamos entender como cuidar melhor deles através desse guia.

Estrutura do pneu de caminhão

Temos ao todo 7 partes que formam um pneu de caminhão, cada uma com sua funcionalidade.

Capa de borracha sintética

Ela é localizada no interior dos pneus e tem a função de câmara de ar. Ou seja, ela ajuda a prolongar a vida do pneu caso ele fure, sofra cortes ou vazamentos.

Carcaça

São em torno de 1400 fios de fibra têxtil que formam a carcaça, cada um aguenta até 15kg cada. Ou seja, juntas, podem suportar até 21 toneladas.

E-BOOK
GESTÃO DE PNEUS

Economia e produtividade com a gestão de pneus.

Prolog - Ebook Gestão de Pneus

E o que elas fazem? Estando coladas À borracha do pneu, elas oferecem resistência à pressão exercida pelo peso do veículo. Assim, recebendo toda a carga e impacto dos caminhões.

Talão

O talão ajuda o pneu a ficar preso aos aros quando realizando esforço lateral. Essencialmente, é uma peça que transmite os comandos do motor e travagem de aros (jante) ao conjunto de pneus.

Importante também por ser a parte do pneu responsável por manter a estrutura fixada.

Flancos de borracha maciça

Esses grandes pedaços de borracha protegem os pneus de caminhão de choques e contatos que poderiam causar danos à carcaça.

Cada tipo de pneu tem uma altura de flanco e há uma relação direta com a dirigibilidade e conforto do veículo. Normalmente, quanto maior o flanco, melhor o conforto, mas pior a direção. 

Lonas (cintas) de reforço

Elas são compostas por cabos de aço super finos, mas extremamente resistentes. A organização deles é transversal e sobreposta. Para explicar melhor, eles são colocados diagonalmente entre si e entrelaçados com os fios da carcaça, formando triângulos.

Desse modo, sua principal função é reforçar a carcaça.

Banda de rolamento

Essa é a parte externa do pneu e ela tem três divisões:

  • sulcos: eles drenam água, evitam deslizamentos e refrigeram os pneus. A profundidade dos sulcos em alguns tipos de pneu pode ser maior que outros, quanto maior for, melhor a aderência dos pneus ao solo.

 

  • ranhuras: ajudam a refrigerar os pneus, permitindo que o ar passe pela borracha, e diminuir a ressonância. 
  • barras: estão ligadas À potência do veículo, ficando em contato direto com o solo e gerando tração para a movimentação do caminhão.

 

Paredes laterais

Igualmente, compõem o lado externo do pneu, as borrachas aqui devem ser flexíveis e altamente resistentes à fadiga. Por isso, quanto mais finas forem, menos confortável será a direção para os condutores.

Materiais para produção de pneus

Como você viu, há vários componentes dos pneus que não são feitos de borracha, como muitos poderiam imaginar. Os materiais que fazem o pneu chegar no seu formato final incluem:

  • borracha (natural látex);
  • borracha sintética (elastômero derivado do petróleo);
  • aço;
  • negro de fumo;
  • óxido de zinco e ácido esteárico;
  • enxofre agente (vulcanizador);
  • antidegradantes;
  • aceleradores e retardadores;
  • auxiliares de processo.

Tipos de pneus de caminhão

Alta severidade

Esse tipo de pneu é ideal para rodar dentro da cidade. Os trajetos urbanos exigem uma direção com constante aceleração e frenagem, por isso, os pneus precisam ter maior resistência.

Média severidade

Os pneus de média severidade são mais versáteis, eles se adaptam com facilidade às diversas rodovias em cada estado

Assim, é a melhor escolha para caminhões que fazem viagens estaduais — o que é o caso de várias transportadoras brasileiras.

Baixa severidade

Os sulcos dos pneus de baixa severidade tem uma anatomia que permite uma performar melhor em viagens longas.

Quando precisar fazer transporte de cargas em que o embarque está muito distante do desembarque, a melhor escolha será esse tipo de pneu de caminhão.

Inclusive, gerando até economia de combustível.

Misto

Para rotas em que o caminhão precisa passar por estradas de chão, além das tradicionais rodovias, é preciso este tipo específico de pneu: o misto.

Eles possuem materiais e espessuras que ajudam a conservar o pneu por mais tempo, não aumentando o nível de desgaste pela constante troca de estradas.

Off road

Agora, se o transporte se dá apenas em estradas de chão (com muita terra, pedras, terrenos acidentados, etc.), os pneus de caminhão off-road são a sua salvação.

Como escolher?

Essa resposta não poderia ser mais simples: analise o tipo de carga e o tipo de trajeto.

Por exemplo, caminhões de lixo fazem rotas urbanas e frequentemente transitam por estradas de chão, o que faz os pneus mistos serem ideais.

Já caminhões que transportam matéria prima industrial entre estados devem optar pelos pneus de média severidade. 

Quais os melhores fabricantes?

Fica complicado recomendar marcas específicas, pois cada caminhão e frota, como um todo, terá suas necessidades.

Porém, algumas que se destacam pela qualidade oferecida são:

  • Bridgestone;
  • Goodyear;
  • Pirelli;
  • Continental;
  • Dunlop;
  • Firestone.

Gestão de pneus de caminhão

Direção defensiva

Tecnicamente, essa não é uma tarefa da gestão de pneus. Contudo, com certeza é de grande ajuda para prolongar a vida útil desses itens.

Ter os devidos cuidados com a aceleração, frenagem e manobras em trânsito são uma maneira de evitar um desgaste excessivo da banda de rodagem.

Rodízio de pneus

Agora sim, falando efetivamente em gestão de pneus de caminhão, o rodízio é essencial. Através dele, você terá um desgaste igual em todos os pneus do veículo.

Há algumas maneiras diferentes de realizar o rodízio e, para descobrir qual é a mais adequada aos veículos da sua frota, você pode conferir no manual do proprietário.

Além disso, para saber a hora certa dessa prática, um sistema de gestão de pneus será de grande ajuda.

Aferição de pneus

Uma das partes mais importantes para os cuidados de pneus de caminhão. Pelo processo de aferição, o aparelho aferidor determina a pressão e profundidade dos sulcos de cada pneu.

O que permite tomar as ações necessárias para correção e aumento de durabilidade das peças.

Aliás, com um sistema digital, você ainda coleta dados importantes para entender melhor o que causa irregularidades e tomar decisões melhores para economizar com pneus.

Avaliação antes da troca

Se você acha que está na hora de trocar os pneus, calma. Primeiro, faça uma avaliação da situação deles.

Por que? Dois motivos:

1) a recapagem pode ser uma alternativa de prolongamento de uso do pneu e 2) você precisa descobrir se há algo de errado ou alguma tarefa sendo negligenciada em relação aos pneus.

Para realizar a troca no tempo certo, não tem segredo: acompanhe de perto a gestão de pneus da sua frota de caminhões.

Entenda mais sobre a solução tecnológica Gestão de Pneus do Prolog!

Economize mais aumentando a vida útil dos pneus de sua frota.

Entenda como a solução de Gestão de Pneus do Prolog faz isso por você.

Aproveite e leia também

como providenciar melhorias na frota com o treinamento para motorista de caminhão

Entenda a importância do treinamento para motorista de caminhão

Você já percebeu que sempre que falamos em redução de custos na frota, há uma seção “treinamento para motorista de…

Read Story
como montar e usar uma planilha de controle de frota

Como fazer controle de frota? Aprenda a montar uma planilha eficiente

Para empresas que estão em período de organização e sem uma metodologia de gestão padronizada, a planilha de controle pode…

Read Story
entenda como prevenir pneus carecas na sua frota

Fuja dos pneus carecas: confira os cuidados ideais para aumentar a durabilidade

Pneus carecas são um acontecimento recorrente, mas devem ser evitados a todo custo. Entenda por que é importante ter controle…

Read Story
Arrow-up