Como manter a eficiência de uma operação de transporte de cargas

Tempo de leitura: 3 minutos

São muitas as demandas em uma empresa de transporte de cargas. Atividades rotineiras a cumprir, imprevistos com a frota, gestão das equipes de motoristas, manutenção e apoio, e outras tantas tarefas que surgem ao longo do dia.  Cada tipo de operação tem suas particularidades, mas um dos maiores desafios diante de tudo isso é se manter eficiente. Neste texto, trazemos algumas importantes dicas de como atuar proativamente para manter a eficiência. Confira!

Gerencie os custos

Salários, combustível, pneus, documentos e licenças, são apenas alguns exemplos dos diversos custos do transporte de cargas. O primeiro passo para conseguir gerenciá-los é identificar todos os geradores de custo dentro da operação e classificá-los entre custos fixos e variáveis, mantendo registros de toda despesa ou investimento, organizados dentro dessa classificação. Assim, é possível estabelecer e analisar a relação entre custo e resultado obtido com cada veículo, departamento ou peça, de acordo com a estratégia desejada.

Gerencie as tarefas

Pode ser um quadro, um gerenciador de tarefas, um fluxo de atividades definido em documento por escrito divulgado para a equipe, ou no melhor dos cenários um software de gestão de frotas. O mais importante, é ter um processo bem estruturado. Uma boa metodologia para se embasar a criação desse processo é o 5W2H. Esse método, considera  que para a realização de uma tarefa ou projeto, devem ser definidos 7 itens básicos. São eles: What (o que?) – Why (por que?) – Where (onde?) – When (quando?) – Who (por quem?) How (como?) – How much (quanto vai custar?). Após a definição, todos devem seguir o processo, e é importante ter registros de tudo o que for feito.

Faça checklist dos veículos

Quebras, falhas mecânicas e outras indisponibilidades da frota, mesmo que por curtos períodos atrapalham a fluidez da operação. O checklist é uma boa maneira de acompanhar de perto a situação da frota. Definir uma relação de itens essenciais para a circulação dos veículos e estabelecer uma rotina de verificação da sua condição, garante segurança para empresa e colaboradores, minimiza imprevistos e evita possíveis conflitos e responsabilizações indevidas por danos nos veículos.

Estabeleça um cronograma de manutenções preventivas

Certamente um dos fatores que mais prejudicam o planejamento são os imprevistos. Manter a periodicidade das manutenções dos veículos da frota é uma prática importante para minimizar os acontecimentos indesejados. Mas, além de realizar as manutenções é importante fazê-las de forma estratégica e sistemática. As equipes e gestores devem poder  definir um cronograma que organize e priorize as ordens de serviços da área de manutenção, de forma a garantir que itens mais críticos tenham prioridade, mas também que todos os veículos estejam sempre em ordem.

Além destas dicas de ações, o mais importante sempre será a visão geral que os gestores têm da operação, a análise cuidadosa de dados, informações e do contexto em que estão inseridos no momento da tomada de decisões.

Quer acompanhar mais conteúdos como este? Inscreva-se em nosso blog e receba novidades!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *