Entenda o que considerar no cálculo de frete de caminhão.

Como calcular frete de caminhão de cargas

Luiz Felipe
Luiz Felipe
Powered by Rock Convert

Sem dúvida alguma, saber como calcular o frete de caminhão é uma das principais dores de cabeça para os gestores de frotas. Por isso, trouxemos as principais informações que você precisa para tornar essa tarefa mais tranquila e melhorar seus resultados.

Primeiro de tudo, é importante notar que fazer um cálculo de frete correto não vai, necessariamente, resolver todos os seus problemas financeiros. Antes disso, é preciso considerar o cenário inteiro e entender gastos com combustível, com pneus, com manutenção, entre outros.

Com essa base, você vai conseguir planejar melhor e até tornar a gestão mais eficiente. E então, vem a importância de fazer um cálculo de frete de caminhão correto.

Por que existem muitos detalhes nesse cálculo, há, na mesma medida, muitas possibilidades de erro no meio do caminho. Assim, entender o que engloba o valor de um transporte de cargas e o que realmente é preciso incluir nessa conta é o primeiro passo.

O que considerar para o cálculo?

A ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres, tem uma tabela de preços mínimos para cargas e fretes. Ou seja, um material para você saber por onde começar. 

Contudo, não existe um valor mínimo generalizado, cada transportadora e cada frota precisa fazer o cálculo base para descobrir o menor frete que podem cobrar em suas operações de transporte.

Para utilizar a tabela da ANTT, são necessárias três informações principais: o tipo de carga, a distância percorrida e o número de eixos carregados no veículo. O resultado da multiplicação desses valores é o frete mínimo a ser cobrado.

Além disso, existem muitos outros fatores que devem ser levados em conta na hora de calcular o frete de caminhão. Inclusive, incluindo tarefas gerais da gestão de frota, como as manutenções preventivas e até a alimentação do motorista durante a viagem. Ainda mais, incluir os custos com pedágios, taxas e tributos, gerenciamento de risco (GRIS) e, obviamente, a margem de lucro.

Como calcular frete de caminhão: passo a passo

Agora, realmente falando sobre como calcular o valor do frete, em dez passos você consegue resolver essa questão. Porém, lembrando que cada um desses passos requer a junção de diversas informações sobre a frota.

Em outras palavras, tenha em mãos o sistema de gestão completo e atualizado!

1. Coletar informações sobre a carga

Aqui, é o primeiro momento do cálculo de frete. É onde você vai começar a reunir as informações necessárias para ter o valor correto no final dessa tarefa. E o que são as informações de carga? Pode incluir o valor da nota, peso e medidas da carga.

2. Anotar informações sobre a entrega

Nesse instante, você deve ter em mãos o planejamento de rotas. Afinal, você precisa saber aqui qual é a distância percorrida na entrega, qual o destino da carga e se há necessidade de agendamento prévio.

3. Descobrir as taxas que vão incidir na entrega

Uma das mais importantes aqui é o ad valorem (ou frete-peso), que é uma taxa para cobrir alguns riscos dentro de uma operação de transporte. Podendo o valor ser em relação ao peso, ao tipo de veículo, a indenização de mercadorias, etc.

Lembre-se que esse número varia de acordo com os detalhes de cada carga. Por exemplo, algumas cargas podem ser mais leves e a distância até mais curta, mas o tipo de produto apresentar riscos maiores de tentativa de roubo. Isso faz com que o valor aumente.

Além disso, o ad valorem pode ter um valor na ida e outro na volta, de acordo com as mercadorias que estão sendo transportadas em cada viagem. Por isso, você já deve ter percebido: é necessário dar uma atenção especial nessa parte do cálculo.

Powered by Rock Convert

4. Avaliar a necessidade da taxa GRIS

Apesar de a taxa GRIS ser parte do ad valorem, é importante que ela seja avaliada a parte para determinar a necessidade ou não dela. Afinal, nem todas as mercadorias precisam dessa taxa adicional.

Para explicar melhor, GRIS é uma abreviação para Gerenciamento de Riscos. Então, se o transporte da carga envolve altos riscos, como roubo, acidentes ou explosões (em transporte de combustível, por exemplo), a taxa deve ser adicionada. Se os riscos são muito baixos ou inexistentes, ela não precisa ser cobrada.

De acordo com a NTC (Associação Nacional do Transporte de Cargas), o GRIS sugerido é de 0,3% do valor da carga.

5. Avaliar qual é o tipo de carga

Aqui, a cubagem de carga deve ser considerada como base para determinar essa parte do preço do frete. Mas o que é isso? Depois de tiradas as medidas da mercadoria, você consegue calcular o volume da carga. Assim, entendendo o espaço que ela vai ocupar no caminhão de transporte.

Dependendo da quantidade de carga que couber em cada caminhão, o valor do frete será diferente. Se o veículo leva apenas uma mercadoria ou se ele tem capacidade para levar vinte unidades, logicamente, os valores dessas duas viagens serão diferentes para garantir um preço justo para ambas as partes.

6. Estimar frete peso com tabela de cobrança

Apesar de ser muito mais comum usar o peso da entrega, também pode ser usado o valor da cubagem para fazer esse cálculo. De qualquer maneira, será um desses dois e a distância percorrida que irão determinar os resultados desse cálculo.

7. Avaliar a taxa de despacho e o frete valor

A taxa de despacho é um valor fixo que a sua empresa transportadora tem para as operações logísticas. Já o frete valor é a multiplicação do valor da carga e do percentual de frete valor sugerido pela NTC.

8. Calcular o frete base

Aqui é onde você vai juntar os valores reunidos até o momento, ou seja, você vai somar: 

  • o frete peso;
  • a taxa de despacho;
  • o frete valor;
  • o GRIS.

9. Fazer o cálculo das taxas adicionais

Algumas taxas precisam ser calculadas a parte, como a taxa de restrição ao trânsito. Por esse motivo, confira a lista de taxas que você reuniu no passo 3 e faça todas as contas necessárias para poder chegar no último passo da conta de cálculo de frete de caminhão.

10. Somar todos os valores

Por último, coloque todos os valores juntos para determinar o preço final desse frete. Lembrando, é claro, de adicionar a sua margem de lucro.

Alternativa tecnológica

Para facilitar e tornar esse processo do cálculo mais rápido, já existem diversas ferramentas onde você apenas preenche os valores e toda a conta é feita por você. Basta pesquisar e encontrar o sistema que melhor se adequa as suas necessidades.

Importância de fazer um cálculo correto

Considerar todos os custos de transporte e ainda ter lucro para não sair no prejuízo é essencial. Isso a gente nem precisa falar, né?

Então, para estabelecer um preço justo para a empresa transportadora e seu cliente, você precisa conhecer todos os detalhes que englobam a conta, como falamos acima.

Outra coisa, as vezes você pode sentir a necessidade de abaixar ou subir seu preço para competir e se adequar aos concorrentes, mas isso está errado. Você pode acabar com uma transportadora quebrada.

Acho que aqui, você já entendeu bem a importância e, inclusive, como calcular o frete de caminhão. Caso contrário, chama a gente para uma conversa no chat aqui ao lado e tiramos suas dúvidas.

Powered by Rock Convert

0 Comments

Deixe uma resposta

79 + = 82

More great articles

principais riscos do transporte de cargas

Quais são os principais riscos das operações de transporte de cargas?

Você sabe quais são os riscos do transporte de cargas? Pois bem, eles são muitos! Desde a saída até a…

Read Story

4 motivos para usar a tecnologia na gestão de pneus da sua operação.

A evolução da tecnologia tem trazido benefícios para o cotidiano de muitas atividades nos dias atuais. O uso da tecnologia…

Read Story

Como o Prolog pode melhorar a gestão de pneus

A gestão de pneus é sempre um desafio para os gestores de operações de transporte rodoviário. É constante a busca…

Read Story

Never miss a minute

Get great content to your inbox every week. No spam.
[contact-form-7 404 "Not Found"]
Arrow-up
Translate »

O GUIA DA
GESTÃO
DE FROTAS