Como funciona um transporte de cargas?

Como funciona o transporte de cargas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

As suas operações de transporte de cargas são eficientes? Ou estão precisando melhorar? A partir de um conhecimento pleno em cada detalhe das etapas de uma operação de transporte, você vai conseguir entender o que fazer para melhorar a produtividade da frota!

Afinal, o transporte de cargas é, na explicação mais simples, uma grande operação. Não é a toa que existem as transportadoras, empresas especializadas em lidar com esse trabalho. Inclusive, o transporte de cargas rodoviário é um dos principais movimentadores da economia brasileira.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

Além disso, uma operação de transporte envolve muita gente! Não é apenas o motorista e o gestor da frota que precisam cumprir seus papéis, desde analistas até mecânicos. Cada um tem uma função que precisa ser realizada com o máximo de atenção. Aqui, cada detalhe é de extrema importância para garantir o bom funcionamento de um transporte de cargas.

Em adição, as tarefas desse tipo de operação incluem trabalhar de acordo com normas de proteção e qualidade. Assim como é necessário seguir prazos e, sempre que possível, otimizar os processos de distribuição.

Nesse sentido, para conseguir otimizar e tornar sua frota ainda melhor, você precisa conhecer a fundo todos os passos de um transporte de cargas para ver se não está deixando nada de fora.

Etapas do transporte de cargas rodoviário

Também conhecido por frete de cargas, esse tipo de transporte é um dos mais comuns aqui no Brasil. Para saber como ele funciona, confira as etapas abaixo:

O GUIA DA
GESTÃO DE FROTAS

Administração do transporte

Um dos primeiros passos no transporte de cargas é a escolha do tipo de transporte que mais compensa para a empresa. Ou seja, nessa parte, é muito mais um diálogo entre a empresa cliente e a transportadora.

Nesse momento, são apresentadas todas as necessidades do cliente e a transportadora tenta encontrar a opção que apresenta as melhores vantagens para cumprir com isso.

Gestão da manutenção dos veículos

Antes de qualquer viagem, seja de curta ou longa distância, deve-se realizar a manutenção preventiva do caminhão. Esta pode ser feita por uma equipe de mecânicos, mas também, pelo próprio motorista. Basta que ele siga uma lista de verificação com os itens que devem ser checados.

Se estiver tudo certo com o veículo, a viagem pode ocorrer normalmente. Contudo, se for encontrado algum problema, será necessário conferir a gravidade da falha e se o veículo poderá ou não sair para uma viagem.

Emissão de documentos fiscais

Assim como qualquer serviço prestado, é preciso realizar a emissão de alguns documentos. A nota eletrônica fiscal, por exemplo, é indispensável hoje em dia. Ainda mais, a legislação em relação ao transporte de carga pode exigir documentos e autorizações para determinadas operações.

É importante que o gestor de frota conheça as leis e saiba quando é necessário fazer as devidas solicitações.

Roteirização da entrega

O planejamento é essencial para garantir a produtividade de uma operação de transportes. Além disso, é o que ajuda a realmente trazer lucros à transportadora. 

A etapa de roteirização é feita para encontrar o melhor caminho entre a coleta e a entrega da carga. E o que é o melhor caminho? É aquele em que se faz o transporte em menor tempo, com a menor distância e, claro, com mais qualidade.

Afinal, se o caminho é curto, mas a estrada é precária, pode danificar os veículos e acabar trazendo mais gastos para a empresa transportadora.

Conferência da carga e coleta de materiais

A conferência de carga acontece ainda dentro do centro de distribuição. O que acontece é que a equipe responsável por liberar a carga para transporte deve verificar as quantidades e tipos de mercadorias que vão ser carregadas — fazendo um registro das informações coletadas.

Esse é um processo fundamental para evitar problemas ou danos ao cliente que contratou a transportadora.

Assim que a conferência é finalizada, a carga fica liberada para ser colhida pelo motorista e levada ao seu destino final.

Controle do transporte

Uma vez que o veículo está na estrada para realizar o transporte de cargas, é preciso acompanhar e ter algum tipo de controle sobre a viagem. Esse tipo de supervisão é o que possibilita o entendimento pleno da operação que gera percepções e ideias para otimizar as próximas viagens.

Também é crucial para garantir o controle de qualidade do transporte, analisando as embalagens e climatização do ambiente, por exemplo.

Descarregamento e entrega da carga

Assim que chega ao seu destino final, o motorista ou a equipe responsável faz o descarregamento e toda a mercadoria precisa ser conferida. No momento de embarque, foi feito um registro de quantidades e tipos, lembra?

Então, aqui, a equipe que recebe o transporte verifica a chegada baseando-se nessas anotações. Se tudo estiver dentro do esperado, o motorista pode finalizar a entrega e partir para a viagem de volta.

Contudo, muitas transportadoras realizam um processo de seguimento e/ou acompanhamento com a empresa cliente. Ou seja, pedem um retorno e opiniões sobre o serviço de transporte no geral para que possam melhorar alguns pontos críticos que possam existir.

Análise de indicadores

Os indicadores de desempenho relatam com fatos e, às vezes, números como ocorreu a operação de transporte. Cada empresa transportadora pode escolher os tipos de indicadores que deseja analisar, mas de maneira geral, alguns que são comuns de encontrar incluem o tempo de trânsito, as devoluções feitas e a exatidão das notas.

É bom ressaltar que a análise é de extrema importância para as ações de otimização no transporte de cargas.

Tornando sua gestão de frota mais produtiva

Todo esse processo de uma operação e transporte faz parte da gestão de frota. Apesar de nem todas as tarefas serem de responsabilidade do gestor em si, ele ainda deve fazer a supervisão e estar por dentro de tudo que acontece.

Quer saber mais como tornar sua gestão de frota ainda melhor? Confere nosso artigo sobre o assunto:

COMO FAZER SUA GESTÃO DE FROTA AINDA MELHOR COM 7 DICAS IMPERDÍVEIS

Economize mais aumentando a vida útil dos pneus de sua frota.

Entenda como a solução de Gestão de Pneus do Prolog faz isso por você.

Aproveite e leia também

Melhorando a produtividade da frota de veículos.

A chave da produtividade para a sua frota de veículos

As operações de transporte representam altos custos e, ao contrário do que pode parecer, isso não é sinônimo de eficiência.…

Read Story
como fazer um bom controle de frota

O que os gestores fazem quando precisam melhorar o controle de frotas?

Que tal descobrir 11 maneiras de melhorar o seu controle de frota? Leia esse texto para saber TUDO que você…

Read Story
escolha um sistema para transportadoras

Como escolher um sistema para transportadoras?

Os processos de uma operação de transportes podem ser muito mais simples e rápidos com a ajuda da tecnologia: um…

Read Story
Arrow-up
Translate »