Mais de 400 operações de transporte promovem mais economia e produtividade com o Prolog

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

A entrega por drones vai revolucionar o transporte? Entenda mais sobre o assunto

Como vai funcionar a entrega por drones? Será que vai se popularizar no setor de transporte de cargas? Entenda mais sobre o assunto!
como realmente funciona a entrega por drones

Você já imaginou isso? Uma operação de transporte realizada com entrega por drones? Saiba que já está se tornando uma realidade!

Com a revolução tecnológica no setor logístico, a conhecida por Logística 4.0, várias previsões foram feitas. Já esperávamos ferramentas de automação, uso de dados e caminhões elétricos e/ou autônomos.

Porém, o transporte por drones realmente surgiu como uma inovação inesperada.

Afinal, o drone era, inicialmente, um recurso militar. Depois, se popularizando como uma forma de entretenimento e criação audiovisual — quando passou também a ser muito utilizado no meio jornalístico.

Agora, ele está sendo testado (e aprovado) como um meio de entregas de mercadorias e transporte de cargas leves 

Como funciona a entrega por drones?

Não tem muito mistério, a princípio, é como qualquer transporte: um pacote é “anexado” ao drone e este faz a entrega no destino desejado.

O que muda é o caminho ser aéreo e as condições diferentes do que seria para um caminhão.

De maneira geral, com os modelos existentes hoje, as entregas acontecem dentro de até 30 minutos. Normalmente, com cerca de 20 km de autonomia operacional e em torno de 2 kg de capacidade.

Vai se popularizar?

Até o momento, vemos que o principal meio que pretende utilizar esse transporte é o alimentício. Pizzarias que têm a promessa de entrega dentro de 30 minutos são bem populares nos EUA (capital dos testes da entrega com drones) e este meio de transporte seria excelente para cumprir com as metas.

Claramente, adaptações serão necessárias para que a popularização desse modal ocorra. Por exemplo, os edifícios precisam de espaços para pouso dos drones, faixas aéreas precisam ser dedicadas para o trajeto dos drones, etc.

Hoje, vemos alguns grandes cases de teste nos Estados Unidos. A primeira a testar a entrega por drones foi uma das grandes varejistas mundiais, a Amazon. Já em 2015, a empresa realizou testes e teve resultados até positivos, onde o drone realizava as entregas no quintal dos consumidores.

Porém, ainda estão estudando meios de calcular as rotas, capacidade de entregas e, claro, questões de segurança nesse modal de transporte.

Quanto à popularização da entrega por drone no Brasil, ainda não vemos muitas movimentações. Contudo, há uma empresa se dedicando a estudar o assunto, principalmente falando de rotas para os drones — a Speedbird Aero.

A popularização também depende da:

Legislação para entrega por drones

No Brasil, para colocar um drone no ar, é preciso de uma licença da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Portanto, todos que quiserem utilizar o transporte com drones terão que ir atrás dessa regularização.

Além disso, a norma vigente no momento determina que os drones devem ser operados no campo de visão do piloto.

Vantagens e desvantagens

Vamos lá então, quais são as vantagens dessa modalidade?

Primeiro, os baixos custos de manutenção. Depois, os baixos custos com consumo de combustível! Também contam com maior eficiência energética e operacional.

Ainda mais, a entrega por drones não é afetada pelo trânsito das cidades. Dessa maneira, fica livre de acidentes e imprevistos. 

E as desvantagens? Tem alguma?

Sim, algumas delas estão atreladas à limitação de distância percorrida e capacidade de carga, já mencionadas.

Entretanto, temos algumas outras: 

A segurança é uma preocupação. Embora diversos modelos dessas aeronaves tenham rastreadores e tecnologias focadas em rastreamento, os drones estão mais expostos e sujeitos a roubos e interferências nas entregas.

Outra questão é a dos empregos. Enquanto novos empregos surgem para pilotar drones, a exigência de responsáveis por isso é menor. Ao menos é o que tem sido observado até agora.

Ainda há uma perspectiva de que novos empregos serão gerados na área de tecnologia, desenvolvimento e softwares. Porém, é uma aposta.

Adaptações no transporte

Como você deve ter notado, são necessários cuidados diferentes para lidar com o transporte por drones do que temos hoje com uma frota de caminhões.

Para exemplificar, os pacotes de armazenamento dos produtos deve ser reforçado e mais resistente a impactos. A segurança deve receber um investimento maior, as rotas devem ser elaboradas tendo em vista outros elementos (como condições climáticas ao invés de tráfego e condições das estradas).

Por isso, os gestores de frota precisam conhecer essa novidade — ou teremos uma nova posição no setor logístico para a gestão de drones transportadora? 

Seja qual for o futuro da entrega por drones no Brasil, estaremos atentos e prontos para te atualizar dessa tendência.

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo inserindo seu email aqui no final da página.

Autor

Luiz Felipe

Sócio fundador e CTO na Prolog App

Leia também

Que tal receber conteúdos incríveis como estes e totalmente de graça?

Inscreva-se e reveba as melhores dicas e novidades para melhorar os seus resultados e de sua operação na gestão de sua frota.

O Prolog utiliza as informações de contato fornecidas à nós para informá-los de nossos produtos e serviços. Você pode deixar de ser inscrito a qualquer momento. Para saber mais informações de como ajustar suas configurações de privacidade, confira nosso “Termo de Uso” e nossa “Política de Privacidade”.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Além destes, temos outros materiais para te ajudar na gestão de sua frota.

Soluções

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança.

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.