Recapagem de pneus gera economia para a frota? Confira a resposta

a recapagem de pneus pode reduzir custos na sua gestão de frotas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Embora a maioria das frotas de ônibus e caminhão já realizam esse processo no Brasil hoje em dia, muitas continuam perdendo pneus pela impossibilidade de recapar.

Para entender porque isso acontece e como melhorar o índice de recapabilidade dos pneus, preparamos esse conteúdo para você.

Além disso, esse procedimento tem impacto direto na redução de custos da frota e sustentabilidade. Vamos lá?

Redução de custos para a frota

O processo de recapagem tem um preço médio de 400 reais. Caro? 

Bem, se comparar com a aquisição de um único pneu novo por um mínimo de 2 mil reais, fica baratinho, né?

Aqui fica claro o motivo de a recapagem de pneus ser uma via de economia para as transportadoras, seja de cargas ou passageiros.

Sustentabilidade: economia de recursos

Ainda no viés da economia, esta se dá também pensando além da transportadora. O que isso quer dizer?

A recapagem de pneus utiliza apenas 20% da matéria-prima necessária para a produção de um pneu novo. Sabia disso?

E-BOOK
GESTÃO DE PNEUS

Economia e produtividade com a gestão de pneus.

Prolog - Ebook Gestão de Pneus

Do ponto de vista de sustentabilidade e preservação do meio ambiente, é um ponto extremamente positivo para a recapagem.

Maior durabilidade de pneus

Os pneus duram em média 5 anos. Isso, é claro, se você faz uma boa gestão de pneus e os mantém sempre calibrados, limpos, etc. Se você ainda não sabe todas as tarefas dessa gestão, confira nosso post sobre o assunto depois.

Antes disso, você precisa saber que: os pneus recapados podem durar até mais 2 anos após realizado o processo. Como este pode ser repetido mais 1 ou 2 vezes ainda, você ganha uma média de 5 anos a mais para os pneus da frota.

Lembre-se: para a recapagem ter essa durabilidade, a gestão dos pneus é ainda mais crucial.

Processo seguro

Alguns gestores ficam em dúvida sobre a realização desse processo apenas por falta de informação sobre a segurança da recapagem. Mas estamos aqui para te afirmar:

O processo é, sim, seguro!

Contudo, é importante realizar testes que garantam a segurança dos pneus reformados e sua utilização, como fez a prefeitura de Socorro. Além disso, é obrigação que os pneus reformados sejam registrados junto ao INMETRO.

Processo de recapagem de pneus

O primeiro passo da recapagem é a inspeção do pneu feita de maneira rígida para garantir que o mesmo pode de fato passar por esse procedimento e ter um resultado bom e seguro. 

Por exemplo, se o pneu estiver com desgaste excessivo, abaixo do determinado pelo INMETRO, de 1,6 mm, ele deve ser descartado imediatamente. Não serve para recapagem e, muito menos, para continuar rodando.

Uma dica: optar por uma empresa recapadora especializada, profissional e certificada/autorizada é essencial para a segurança da reforma dos pneus.

Que tipo de pneus podem ser recapados

A recapagem é mais comumente feita em pneus de veículos pesados. Para veículos leves, apesar de ser possível, não é uma prática recomendada. Inclusive, é proibida para veículos como ciclomotores, motonetas, motocicletas e triciclos.

Reforma de pneus

Apesar de ser um tipo de reforma de pneu, há uma diferença entre reforma e recapagem de pneus.

Isto é, os pneus reformados também podem ser recauchutados ou remoldados. Os processos são diferentes. Neste primeiro, a borracha é “substituída” em toda a superfície de contato dos pneus — mas a borracha velha não é retirada, a aplicação é feita sobre ela.

Já na remoldagem, o pneu passa por um processo de reconstrução. Toda a borracha e componentes são retirados, ficando apenas a estrutura interna do pneu para utilizar materiais novos e ter um produto seminovo no final.

Pneus reciclados

Mesmo que cerca de 80% dos pneus de ônibus e caminhões no Brasil sejam recapados, ainda se perdem muitos pneus pelo cuidado errado (gerando recusa de recape) ou pela falta de conhecimento.

Entretanto, os pneus também podem ser reciclados e utilizados para, por exemplo, confeccionar pisos de quadras poliesportivas e pavimentos de rodovias.

Uma informação extra: cada pneu recuperado e reutilizado proporciona uma economia de em torno de 80% de energia elétrica e 57 litros de petróleo.

Com todos esses dados em mãos, você já chegou à conclusão de que a recapagem de pneus é um benefício para a sua frota?

Para aprender ainda mais sobre pneus e sua gestão, faça download do nosso material gratuito: Guia da Gestão de Pneus.

Economize mais aumentando a vida útil dos pneus de sua frota.

Entenda como a solução de Gestão de Pneus do Prolog faz isso por você.

Aproveite e leia também

pare de perder veículos pesados

O futuro da sua frota: evite a perda de veículos pesados

A perda de veículos pesados e depreciação são inevitáveis. Porém, podem ser evitadas com o conhecimento que você vai adquirir…

Read Story
Entenda como lidar com a gestão de multas de trânsito na sua frota.

O que todo gestor de operações deveria saber sobre multas

As multas fazem parte do cotidiano das transportadoras, mas elas podem ser evitadas com algumas medidas preventivas e treinamentos. Quer…

Read Story
O seu checklist de veículos completo com o Prolog App.

Como montar o melhor checklist de veículos para a frota

Previna falhas mecânicas, economize combustível, reduza o tempo ocioso de veículos e muito mais. Tudo isso com um simples procedimento:…

Read Story
Arrow-up