Você não deve deixar de fazer o rodízio de pneus [ENTENDA PORQUÊ]

Por que fazer rodízio de pneus?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A gestão de pneus de uma frota conta com diversas tarefas e, uma delas, é entender e realizar o rodízio de pneus. Mas, será realmente algo essencial?

Para começar já deixando bastante claro a nossa resposta: sim, é necessário.

Embora a maioria das fornecedoras de pneus apoiem o rodízio, a BMW e a Renault são contra essa prática. Mas não tem como negar: os gastos com pneus são altíssimos e um dos principais das transportadoras.

[rock-convert-pdf id=”6227″]

 

Assim, fazer o controle dos pneus e analisar os dados com frequência será um diferencial para que seus pneus tenham uma vida útil prolongada e, a sua empresa, maior economia.

Um exemplo para gerar esses resultados é o rodízio de pneus. Por que isso? 

Os pneus da frente do veículo carregam mais peso que os de trás, por isso o desgaste sem o rodízio pode ser maior e mais rápido. Claro, o modo de direção também influencia no desgaste e o rodízio também influencia na direção, dando maior estabilidade e conforto para os motoristas.

E-BOOK
GESTÃO DE PNEUS

Economia e produtividade com a gestão de pneus.

Prolog - Ebook Gestão de Pneus

Então, vamos entender um pouco melhor:

O que é o rodízio de pneus?

Essa é uma forma de manutenção de veículos que, normalmente, vem descrita no manual do proprietário de cada modelo. Afinal, cada tipo de caminhão pode ter um modo diferente de realizar o rodízio.

O desgaste de pneus é um processo natural e ele vai acontecer de qualquer maneira. Porém, você pode prolongar a utilização dos pneus ao tomar algumas precauções, como cumprir um cronograma de aferição e realizar o rodízio de pneus.

Você deve ter em mente que não pode deixar o desgaste se tornar excessivo. O que acontece se esquecer de fazer a gestão de pneus?

Bem, existem muitos riscos de rodar com pneus carecas, principalmente em relação à segurança do motorista. O desgaste mexe com o equilíbrio do veículo, principalmente em curvas, e também pode ocasionar na recusa de recape.

Ou seja, impossibilitando o prolongamento da vida do pneu em até mais dois anos.

Resumindo: o rodízio de pneus é uma prática crucial para aumentar a durabilidade dos pneus e manter a eficiência e produtividade da frota.

Quais os benefícios de realizar o rodízio de pneus?

Então, além da durabilidade e desempenho melhor das frotas, outros benefícios que você verá para a sua transportadora incluem: economia, segurança e consumo de combustível mais eficiente.

Por que acontece economia?

Como explicamos acima, você aumenta a vida útil dos pneus ao fazer o rodízio de pneus. Isso acontece, pois, ao trocar e distribuir o peso igualmente entre os pneus, o desgaste ocorre de maneira regular entre todos.

Embora você precise trocar o conjunto inteiro de uma vez, sendo um gasto alto, você também tem mais tempo para planejar e reservar este dinheiro (a prática do rodízio aumenta a durabilidade em até  20%).

E a questão da segurança? Por que é um benefício dessa tarefa?

Vamos ser bem diretos aqui: o rodízio de pneus dá maior estabilidade aos veículos no percurso de transporte. Por exemplo, se um pneu da frente está mais desgastado que os demais, aumenta as chances de o caminhão tombar ao fazer curvas ou mesmo frear o veículo.

Agora, qual a relação com o consumo de combustível?

Pneus desgastados acarretam em um maior consumo de combustível visto que diminui o atrito com o solo. Dessa maneira, fazendo com que o motor do veículo precise de mais força para se movimentar. Logo, gastando mais combustível.

Do mesmo modo, a calibragem dos pneus também leva a essa consequência. Se a pressão dos pneus estiver abaixo do recomendado, o seu veículo será prejudicado e o gasto com abastecimento será maior.

Quer algumas dicas para o seu rodízio de pneus?

Cada modelo de veículo tem a maneira mais adequada para realizar o rodízio, por isso o manual deve ser sempre conferido antes de fazer esse processo.

Inclusive, para evitar erros e ferimentos na troca de pneus, a tarefa deve ser feita por um profissional habilitado. Se o motorista do veículo tiver essa habilitação, melhor. Caso contrário, providencie um responsável por isso nas suas frotas.

De maneira geral, essas são algumas dicas que serão bastante úteis para você:

  • a cada 10mil km, deve-se realizar o alinhamento, balanceamento e rodízio de pneus;
  • inspecionar os pneus sempre para evitar rodar abaixo dos limites de desgaste e pressão recomendados;
  • deve-se trocar pneus de rodas internas também;
  • é preciso readaptar as pressões após cada troca;
  • usar um sistema para transportadoras que auxilia no controle de pneus.

Nesse último momento é onde o Prolog pode te ajudar:

CONHEÇA NOSSA SOLUÇÃO DE GESTÃO DE PNEUS!

Economize mais aumentando a vida útil dos pneus de sua frota.

Entenda como a solução de Gestão de Pneus do Prolog faz isso por você.

Aproveite e leia também

como construir uma ferramenta de business intelligence na logística? venha descobrir

O que é necessário para construir um BI para suas operações de transportes?

Usar o business intelligence na logística da sua empresa é uma etapa determinante nos resultados. É através desse tipo de…

Read Story
entenda como um programa para controle de pneus ajuda a sua frota

Programa para controle de pneus: por que você precisa de um

Você é responsável pelos cuidados com pneus da frota? Então deve saber que é essencial ter um método ou um…

Read Story
todas as habilidades que um gestor de frota deve ter

Gestor de frotas: o que você precisa para se tornar um?

O gestor de frota desempenha um papel fundamental nas transportadoras. Sem ele, os processos dificilmente funcionarão correta e eficientemente. Mas…

Read Story
Arrow-up